Maternidade real
21 de outubro de 2016
Dia do Soldado
21 de outubro de 2016

Eu, você, nós
Todos Pela Educação

Por Camilla Salmazi e Carolina Fernandes, gerente e coordenadora de Mobilização e Comunicação do movimento Todos Pela Educação

Em 2006, um grupo diverso de pessoas – entre elas gestores públicos, educadores, pais, alunos, pesquisadores, profissionais de imprensa, representantes de organizações sociais e empresariais – se reuniu para assumir um compromisso: o de ajudar o Brasil a assegurar Educação Básica pública de qualidade para todas as crianças e jovens.

Esse grande objetivo foi traduzido em 5 Metas, a serem alcançadas até 2022, ano do bicentenário da Independência do Brasil. Ainda que não expressem tudo o que precisamos conquistar na Educação pública, elas traduzem de forma clara e objetiva o que efetivamente precisamos alcançar para mudar de patamar e efetivar os principais direitos educacionais dos alunos. Elas tratam da garantia do acesso das crianças e dos jovens de 4 a 17 anos à escola; da plena alfabetização até, no máximo, os 8 anos de idade; que todos os alunos aprendam o adequado em cada etapa escolar; e que concluam a educação básica na idade certa, até no máximo os 19 anos; e que o dinheiro para a Educação – tão necessário para garantir as outras metas – seja ampliado e bem gerido.

E o que é uma Educação de qualidade? É aquela que prepara nossas crianças e nossos jovens para a vida, que é capaz de dar oportunidades a todos os brasileiros e assim romper o ciclo de exclusão e de desigualdades no país. Como bem disse o educador Paulo Freire, sem Educação a sociedade não se transforma. E sem a participação da sociedade, não é possível melhorar a Educação a tal ponto que ela seja capaz de tornar o nosso bairro, a nossa cidade e o nosso país mais justos, seguros e desenvolvidos. Por isso, o movimento Todos Pela Educação é um sonho, como disse um dos nossos sócios-fundadores. Um sonho porque ainda não somos todos. Mas já somos muitos, e hoje, em número muito maior do que há dez anos, quando começamos essa mobilização.

dsc_8609

Para tornar a Educação de qualidade uma realidade, é importante cobrar dos gestores públicos que a tenham como prioridade do seu governo. Especialmente nesse período de eleições, temos uma boa oportunidade de fazer isso. Mas essa não é a única maneira de apoiar a Educação.

Você, eu, todos nós também precisamos fazer dela a sua, a minha, a nossa prioridade. E como fazemos isso? Pouco a pouco, incorporando no nosso dia a dia atitudes que podem fazer a diferença na aprendizagem dos nossos filhos, sobrinhos, netos, enfim, das crianças e dos jovens que amamos. De que forma? Mostrando que valorizamos a escola, o conhecimento e os professores, conversando sobre Educação no dia a dia, apoiando o seu desenvolvimento sempre que possível com incentivo à leitura, aos esportes e à cultura. (Conheça essas e outras dicas no site www.5atitudes.org.br, e saber mais sobre o TPE no www.tpe.org.br.)

Agora que você já sabe que precisamos também de você para sermos Todos Pela Educação, contamos com a sua participação. Afinal, quem é que não sabe que a Educação é o melhor caminho para um futuro melhor?

Vamos juntos nessa?