Maternidades brasileiras

Carnaval das Superfamilinhas
2 de fevereiro de 2017
Travesseiro de brincar!
2 de fevereiro de 2017

Maternidades brasileiras conseguem reduzir a taxa de cesáreas

O Brasil é o campeão mundial de cesáreas, com taxas alarmantes em torno de 84%. Uma iniciativa chamada Parto Adequado reuniu 26 maternidades e vem conseguindo reverter esse quadro. O projeto trabalha com vários aspectos do problema, sendo que o aspecto mais crítico é a questão dos pagamentos envolvendo médicos, hospitais e planos de saúde. Explica-se: um parto vaginal ou uma cesárea são pagos de forma semelhante pelos planos. Mas como um parto vaginal pode demorar até 10/12 horas – e uma cesárea requer cerca de 3 horas de acompanhamento médico – a tendência era fazer a cesárea. Com o modelo do Parto Adequado, o obstetra ganha por turno e não por procedimento, o que permite o acompanhamento do ritmo de trabalho de parto de cada gestante.