Horário de Verão
21 de outubro de 2016
Josh Wakely e o mundo animado de Beat Bugs
6 de novembro de 2016

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

O trânsito somos nós e por isso a educação para o trânsito é tão importante para nossa vida. E precisa começar cedo, não só porque desde pequenos já fazemos parte do trânsito, como também porque seremos os adultos que tornarão o trânsito melhor – ou pior do que já está!

pipoca-transito-sem-texto-02

E olha que é difícil imaginar que podemos piorar nessa matéria: as estatísticas mostram um Brasil campeão em acidentes de trânsito. E nossa experiência diária nas ruas indica que ainda estamos longe de alcançar o mínimo de educação nessa área. As consequências aparecem em hospitais e centros de reabilitação, com a perda ou a transformação brutal da vida das pessoas.

Além dessas consequências terríveis, há também o resultado cotidiano de tornar nossa circulação pela cidade cada vez mais cansativa, caótica e estressante. E são os pequenos gestos que formam o quadro de caos nas cidades: um momento de irritação e o ato impensado de fechar um cruzamento reverbera em ondas, espalhando o congestionamento. Um segundo em que se avança um sinal vermelho – e pedestres, motoristas e passageiros podem sofrer com gravidade por nossa ação voluntariosa. Isso sem falar no tumulto que pode ser causado por filas duplas, estacionamento em calçadas, buzinas e música em volume alto, conversas no celular…

A lista é grande demais. E é difícil ser o “bonzinho” num trânsito que mais parece uma competição. Mas se ninguém começar, o tal do trânsito não vai melhorar. Ser “bonzinho” nada mais é do que usar a inteligência para manter o trânsito funcionando e as pessoas circulando em segurança. Se melhorarmos nossas ações, o trânsito melhora também. Nossas crianças agradecem.